República da melancia

Por: Nicholas Vital

Projeto agressivo, terra boa e mão-de-obra especializada fazem do Tocantins um dos maiores produtores da fruta no Brasil

Até pouco tempo atrás, o Tocantins era conhecido principalmente pela pecuária extensiva e pela sua enorme disponibilidade de áreas para plantio. As terras eram fartas e baratas, fato que estimulava estas atividades, viáveis apenas em grandes propriedades. De uns anos para cá, no entanto, esta realidade vem mudando. Hoje, a fruticultura vem ganhando espaço no Estado, tanto que o governo instituiu 2009 como o Ano da Fruticultura Tropical Tocantinense, apostando no desenvolvimento de culturas alternativas como melancia, abacaxi e caju.

MAIS TRABALHO NO TOCANTINS: 1,3 mil empregos são gerados todos os anos entre o plantio e a colheita

O potencial é enorme. A área reservada para o plantio irrigado de frutas no Tocantins é de 1,2 milhão de hectares, mas até o momento apenas 61 mil foram utilizados, com destaque para a melancia. Com pouco mais de cinco mil hectares dedicados exclusivamente à cultura, a região possui uma das maiores áreas de plantio irrigado contínuo do mundo. O resultado disso foi uma colheita de 150 mil toneladas e faturamento superior a R$ 30 milhões em 2008. Mas os produtores querem mais.

Mesmo com grandes áreas ainda disponíveis para o plantio, a intenção agora é aumentar a produtividade. No ano passado, a média ficou em torno de 30 toneladas por hectare, mas a meta da Seagro-TO - Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Tocantins - é atingir 40 toneladas de melancia por hectare plantado até 2011, apostando principalmente nas qualidades naturais da região e na mão-de-obra especializada, trazida de Goiás.

"Nós temos muitas áreas de várzea, principalmente no Rio Formoso, o que é ótimo para o cultivo da melancia. Agora temos também especialistas no plantio, já que trouxemos dezenas de produtores de Goiás para o nosso Estado. Esta foi a fórmula para que o Tocantins se transformasse em um grande polo produtor", explica José Elias Júnior, diretor de Fruticultura e Silvicultura da Seagro do Tocantins.

O executivo lembra que cerca de 80% dos produtores hoje em atividade no Estado vieram de Goiás, especialmente da região de Uruana, outra das principais áreas produtoras de melancia do Centro-Oeste. Em sua maioria arrendatários de terras, os goianos aproveitam a estrutura de irrigação da região e a ociosidade da terra na entressafra para plantar e faturar. "Mostramos que o custo de produção era menor, por já ter toda a estrutura do arroz, por isso eles resolveram vir para cá", completa Elias Junior.

 

DINHEIRO RURAL ONLINE

+ mais notícias

21:4221 Out 2014

SEÇÕES

INDICES ECONÔMICOS

Outros

Símbolo Nome Última tran. Variação
IBOV Ibovespa (IND) 53616,00 +0.58%
CCO Nasdaq Composite Index ( DT) 3715,97 -0.24%
IBXL Ibrx 50 (IND) 8725,68 +0.54%
DJI Dow Jones Industrial Average - EUA 15300,64 -0.17%
IEEX Ieeletrica (IND) 26868,89 +0.26%
UKX FTSE 100 Index 6588,98 +0.01%
ISEE Isustentabil (IND) 2480,29 +0.28%
DAX DAX XETRA Frankfurt Stock Exch (DT) 8494,00 -0.02%
CAC&FR; CAC-40 Paris Index - FRANCE (DT) 3711,64 -0.99%
INSP&GB; IBEX 35-Madrid Stock Exch. - Spain (DT) 7900,40 -1.13%
INHK&GB; H.Seng-H.Kong Exch. - China (DT) 22464,82 +0.69%
CAC&ampFR; CAC-40 Paris Index - FRANCE (DT) 4106,63 -0.30%
INSP&ampGB; IBEX 35-Madrid Stock Exch. - Spain (DT) 8924,20 +0.55%
INHK&ampGB; H.Seng-H.Kong Exch. - China (DT) 22953,72 +0.07%

Última atualização: 21 de Outubro de 2014 às 21:30

Fechar X
Símbolo Nome Última transação Compra Venda Variação
DOL COM Dolar Comercial 2,03 2,03 2,03 -0.19
DOL PSP Dolar Paralelo SP 2,17 1,94 2,17 -0.45
PTAX850 Dolar PTAX Venda - BACEN 2,03 2,03 2,03 -0.03
PTAX800 Dolar PTAX Compra - BACEN 2,03 2,03 2,03 -0.03
DOLTR Dolar Turismo SP 2,17 1,94 2,17 -0.45
BCEUR RS Real/Euro - BACEN 2,71 2,71 2,72 +0.06
BCEUR USD/Euro - BACEN 1,34 1,34 1,34 +0.09
EUROCOM Euro Comercial 2,72 2,71 2,72 -0.11
EUROBRL Euro X Real 0,37 0,37 0,37 +0.02
RESERVA USS Reservas BACEN em USD 378,46 0,00 0,00 -0.04
HOT MONEY Hot Money 3,03 0,00 0,00 +0.00
SWAP 30D Swap CDI x Tx Pre - 30 dias 6,93 0,00 0,00 +0.14
SWAP 60D Swap CDI x Tx Pre - 60 dias 6,97 0,00 0,00 +0.14
EXPNOT 30 Export Notes 30 dias 4,44 4,43 4,44 +0.00

Última atualização: 21 de Outubro de 2014 às 21:30

Símbolo Nome Variação Última transação
SELIC ANO Taxa Selic Ano +0.00 7,11
SELIC OVER Taxa SELIC - Over +0.00 0,82
TXEFEANBID A Taxa de Juros de Referencia -0.14 6,97
TJLP ANO Taxa de Juros Longo Prazo Ano +0.00 5,00
CAPGIRO 30 Capital de Giro Bancos 30 dias +0.22 8,87
DESC DUPLICATA Desc Dupl Tx Efetiva 30 dias +0.00 0,64
CDI OVER CDI Over - Cetip +0.14 0,80
CDI ANO CDI Ano - CETIP +0.00 6,92
BTNF DIA Bonus Tesoura Nacional +0.00 1,57
CDB 60D CDB - Pre 60 dias +0.14 6,97
POUP MES Poupanca - Mes +0.00 0,50
TR DIA Taxa Referencial dia +0.00 0,00
CDIACUM MES CDI Acumulado Mes +0.02 1,00
CDBPRE 30 CDB Pre 30 dias p/ R$1 mi +0.30 6,61
POUP DIA Poupanca em D+0 +0.00 0,50
POUP D+1 Poupanca em D+1 +0.00 0,50
UMBNDES DIA Fator Correcao-Repasses BNDES -0.11 0,04
IGPM ANO IGPM ANO - FGV +0.00 7,82
IGPM MES IGPM MES - FGV +0.00 0,68
INPC ANO INPC % Ano IBGE +0.00 6,20
IPCDI ANO IPC-DI % ano - FGV +0.00 5,74
IPCDI MES IPC-DI % mes - FGV +0.00 0,66
NUCI FGV S_AJU Nivel Utilizacao Cap Inst S/Ajuste +0.00 84,80
TXDES IBGE Tx desemprego SP IBGE +0.00 5,30
IPCA ANO IPCA % ano - IBGE +0.00 5,84

Última atualização: 21 de Outubro de 2014 às 21:30

None